SP: Secretaria discute estratégias para ampliar comercialização dos produtos com inspeção estadual

0
123
CPT - Centro de Produções Técnicas

Debater estratégias para fortalecer a representação dos estabelecimentos com inspeção do Serviço de Inspeção de São Paulo (Sisp) foi a pauta da reunião da Associação dos Estabelecimentos com Serviço de Inspeção de São Paulo e Aderidos ao Sisb/POA (Assesisp), nesta quinta-feira, 4 de maio, na Agrishow, em Ribeirão Preto.

O secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim – acompanhado pelo deputado estadual Davi Zaia, que coordena a frente parlamentar de apoio à extensão rural junto à Assembleia Legislativa do Estado, e do professor Zander Navarro, pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa)- abriu a reunião e ressaltou que “um dos desafios da Secretaria que é encurtar a distância entre o conhecimento e a produção, como a Assesisp vem fazendo através de parceria com os pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital/Apta)”. A Assesisp conta hoje com 50 estabelecimentos associados.

O presidente da Assesisp, José Ovídio Sebastiani, destacou que um dos temas tratados na reunião foi a implantação do Serviço de Inspeção Brasileira (Sisb) para que o estabelecimento possa ampliar a comercialização de seus produtos, não ficando restrito apenas ao Estado de São Paulo. “Nós teremos uma reunião com representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e da Secretaria para tratar da forma de legalizar o mais rápido possível a implantação do Sisb no Estado de São Paulo, pois há interesse de muitos estabelecimentos”, contou.

Também participaram 24 representantes de estabelecimentos com inspeção do Sisp; Mário Sérgio Tomazela, coordenador-adjunto da Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA); e os médicos veterinários Oscar Norio Yasuda, da assessoria técnica do gabinete, Benedito Carlos Dias, diretor do Escritório de Defesa Agropecuária (EDA) de Ribeirão Preto, José Mário Tadeu Morais, responsável pelo Serviço de Inspeção junto ao EDA de Ribeirão Preto e Paulo Antonio Fadil.

Fundada em 2015, a Assesisp representa as micros, pequenas e médias agroindústrias do Estado de São Paulo processadoras de proteína animal.

Deixe uma resposta