CPT - Centro de Produções Técnicas

A queda na captação de leite é comum durante a entressafra, já que no período mais seco do ano a alimentação da vacada normalmente é comprometida. E se a produção cai, a movimentação nas indústrias também fica menor, como reforçam os dados divulgados esta semana pelo Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária (Imea).

Com base na capacidade operacional dos laticínios instalados no estado, o instituto classifica o panorama atual como de “elevada ociosidade” na utilização das estruturas. Em julho, por exemplo, apenas 43,7% da capacidade total das indústrias foram utilizados em Mato Grosso.

O principal motivo, claro, é a entressafra. Porém, o Imea lembra que este ano a produção no campo tem registrado recuo em relação ao ano passado. Com isso, as indústrias são “forçadas” a reduzir o ritmo das operações. De janeiro a julho, usaram em média 50,6% da capacidade total, enquanto no mesmo período de 2017, operaram com 54,3% da capacidade instalada.

https://player.mais.uol.com.br/f7300449-5679-4f9a-88a5-db5239292305

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here