CPT - Centro de Produções Técnicas

A Polícia Federal (PF), com o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), deflagrou na manhã desta segunda-feira a operação “Soro Positivo”, para apurar e combater esquema criminoso de fraudes na comercialização de leite em pó. Foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão em Belo Horizonte e Contagem.

Segundo as investigações, empresas estariam adicionando substâncias indevidas ao leite em pó durante seu processo de fracionamento a fim de obter maior lucro na comercialização. Nos produtos analisados, foi identificado elevado teor de soro e açúcar. A PF apurou também que algumas empresas teriam realizado o fracionamento de leite em pó não-instantâneo, embalando-o indevidamente como leite em pó instantâneo, enriquecido com vitaminas e minerais. Outras estariam comercializando os produtos sem autorização e com utilização indevida do selo S.I.F. (Serviço de Inspeção Federal) de outra empresa. Os produtos aprovados recebem este selo de aprovação do S.I.F., que é um sistema de controle do MAPA.

Os responsáveis pelas irregularidades responderão pelos crimes de falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de substância ou produtos alimentícios e Falsificação de selo ou sinal público, cuja soma das penas máximas pode chegar a 14 anos de reclusão.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here